Uma das maiores dificuldades para quem pretende montar uma república de estudantes, além do trato com a imobiliária de Bauru, é a escolha das pessoas.

Em princípio, estando em uma cidade nova e muitas vezes, desconhecida, também não há muito que fazer a não ser, uma pequena entrevista com possíveis candidatos.

Mas, esta precaução nunca será suficiente para evitar o problema número um em repúblicas: o calote.

Como qualquer imobiliária brular bauru exige que apenas uma pessoa seja responsável pelo imóvel, também não há como terceirizar o incômodo.

E acredite: se for morar por quatro ou cinco anos em república, você vai encontrar alguns caloteiros pela frente.

Neste caso, a principal coisa a se ter em mente, é que não se deve, em hipótese alguma, ser permissivo com o comportamento.

É preciso impor a divisão das contas como a regra de ouro, a única que realmente não pode ser quebrada.

Isso, por um motivo bastante simples: a exceção de uns poucos casos em que há algum problema financeiro sério, o mais comum, é que o caloteiro seja assim, por pura irresponsabilidade.

Se conseguir escapar de punições uma vez, vai continuar forçando os limites até ser expulso. Por isso, é fundamental impor as regras desde o início.